Reflexões sobre Desigualdades Urbanas en la Infancia y la Adolescencia

Pobreza e desigualdade

Laura Acotto sintetiza as contribuições do Seminário, reflete sobre os temas mais relevantes que foram discutidos e sua importância para o trabalho das organizações sociais.

Participar do Seminário Internacional Desigualdades Urbanas en la Infancia y la Adolescencia: derechos y políticas sociales urbanas foi de grande riqueza para mim. O Seminário teve vários acertos que me proporcionaram uma visão ampla dos aspectos que envolvem a temática. Entre os acertos, eu poderia mencionar:

• Foi um espaço para a construção de conhecimento acerca do tema a partir da apresentação de experiências que tiveram resultados positivos e sua valorização a partir da práxis.

• Foi uma oportunidade propícia para perceber a ausência de estudos específicos acerca das condições diferenciadas nas quais se desenvolvem as crianças e adolescentes nos meios urbanos.

• O encontro possibilitou a interação com os diferentes expositores e também compartilhar as experiências com maior profundidade do que habitualmente é possível nos encontros massivos. Foi um excelente lugar para articular experiências.

Todos os temas abordados, as experiências relatadas com suas respectivas metodologias, práticas e fundamentos teóricos foram excelentes. Anotei tudo o que pode servir tanto para as organizações sociais (onde me desenvolvo como militante social), como para os diversos setores do Estado (onde trabalho) e os institutos de formação (onde me desempenho como professora). A contribuição foi teórica, metodológica, prática, política e teve um profundo fundamento ideológico-filosófico pautado nos direitos das crianças e adolescentes e no paradigma da proteção integral.

Entre as contribuições que irão nutrir meu trabalho cotidiano e os espaços dos quais participo, interessa-me compartilhar as seguintes:

• A visibilização das profundas desigualdades que existem entre as crianças que habitam as cidades. Se bem isso é algo que sabemos intuitivamente, poder desenvolver diagnósticos particularizados sobre todos os aspectos que afetam as crianças urbanas é uma necessidade imperiosa. Isso nos leva a buscar construir alianças estratégicas entre universidades e instituições públicas e privadas e a criar observatórios amplos onde não haja a visão de uma única instituição.

• A dificuldade da intersetorialidade é uma barreira praticamente inegociável para alguns atores sociais, mas quando é desenvolvida, ainda que com todas as dificuldades, é o único modo de tornar efetivos os direitos de uma maneira integral. A intersetorialidade é mais do que a mera articulação, é a unidade de esforços que multiplica ao infinito o impacto que individualmente podemos ter. É necessário difundir muito mais as experiências de intersetorialidade. Ao mesmo tempo, a legislação e as políticas públicas devem prever espaços intersetoriais institucionalizados.

• Há um profundo desconhecimento do que fazem os organismos internacionais entre aqueles que trabalham na área da infância e adolescência. O seminário serviu para expor a grande quantidade de experiências diversas e o apoio financeiro que há para políticas que impactem na diminuição das desigualdades urbanas. Neste sentido, também percebi que em minha província não há municípios amigos das crianças e muito menos que tenham um plano estratégico para a criação de espaços favoráveis para a efetivação dos direitos das crianças e adolescentes.

• Se efetivamente articularmos as experiências e teorias desenvolvidas no Seminário, certamente teremos feito muito pela diminuição das assimetrias e desigualdades que atualmente continuam reproduzindo-se em nossas cidades. Creio que se pudermos vincular itersetorialidade, monitoramento e avaliação com acessibilidade oportuna à informação para todos os atores que desenvolvem ações para a infância e a adolescência e troca de experiências significativas relacionadas aos direitos da infância, teremos uma boa equação para mudar a vida de nossas crianças.

Descarregar apresentação

DEIXAR SEUS COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

NOVIDADES

Menus de configuração no Painel de Administração

X