Juventude afro-descendente na América Latina: realidades diversas e direitos (não) cumpridos.

Pobreza e desigualdade, Políticas públicas e orçamento

Este documento tem como propósito mostrar um panorama regional das dinâmicas populacionais dos/as jovens afrodescendentes, tanto em termos demográficos/as como de distribuição territorial, além de apresentar informação sobre gravidez na adolescência, educação e emprego, áreas chave para a inserção social.

juventud afroO estudo utilizou os censos como sua fonte principal de informação quantitativa em nove países que identificaram os afrodescendentes e cujas bases censais se encontram disponíveis no CELADE-Divisão de População da CEPAL.

Afirma-se que, entre os jovens latino-americanos, a juventude afrodescendente é um dos grupos mais afetados por processos estruturais de exclusão, iniquidade e pobreza. Para superar o desafio que a concretização dos direitos dos/das jovens afrodescendentes implica, é necessário contar com informações sistemáticas, oportunas e de qualidade sobre a situação desta população, enquanto ferramenta técnica e política.

Além disso, considera-se que a participação dos jovens é fundamental para o desenho e aplicação das ações que lhes dizem respeito, o que pode se tornar efetivo mediante o fortalecimento de suas organizações e o estabelecimento de uma institucionalidade que responda as suas reivindicações. O documento traz uma sistematização exploratória das organizações de jovens afro-descendentes na região, dos organismos do Estado responsáveis dos temas dos afrodescendentes e das políticas e programas dirigidos à juventude desses povos.

Descarregar o estudo

 

DEIXAR SEUS COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

NOVIDADES

Menus de configuração no Painel de Administração

X