A educação dos povos indígenas e afrodescendentes

Educação

Neste documento apresenta-se uma análise da situação educativa dos povos indígenas e afrodescendentes na América Latina. Este é o sexto número do Relatório sobre tendências sociais e educativas na América Latina, publicação anual elaborada no contexto do projeto SITEAL, uma iniciativa que o IIPE-UNESCO Buenos Aires e a Organização dos Estados Ibero-americanos desenvolvem de forma conjunta desde 2003.

sitealO Relatório está dividido em quatro capítulos. No primeiro capítulo faz-se um repasso sobre a história dos povos indígenas e afrodescententes na América Latina contextualizando as mudanças que ocorreram nos últimos quarenta ou cinquenta anos na situação desses povos.

No segundo capítulo, mostra-se um perfil demográfico dos povos indígenas e afrodescendentes e apresenta-se um conjunto de indicadores que tanto reforçam a imagem de postergação e discriminação como começam a revelar um novo cenário em termos dos avanços alcançados no acesso à educação formal.

No terceiro capítulo apresentam-se os marcos normativos, nacionais, regionais e internacionais que regulam a interação entre o Estado e os povos indígenas e afrodescendentes.

O quarto capítulo contem os resultados de um estudo qualitativo sobre a situação educativa dos povos indígenas e afrodescendentes a partir da perspectiva dos atores (do Estado e das comunidades).

O Relatório finaliza com umas breves conclusões, os principais resultados e desafios para o reconhecimento e cumprimento dos direitos indígenas e afrodescendentes na América Latina.

Acesse o informe

DEIXAR SEUS COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

NOVIDADES

Menus de configuração no Painel de Administração

X