“En el CAINA te habla la boca”.

Adolescência e juventude, Gênero

A interação cotidiana em um centro de atenção para crianças e adolescentes em situação de rua, a partir da experiência das crianças e jovens que a freqüentam.

O artigo, que constitui um dos capítulos do livro Estudios sobre Juventudes en Argentina I Hacia un Estado del Arte 2007, coordenado por Mariana Chaves, apresenta os resultados de uma investigação baseada na observação participativa e em entrevistas com crianças e jovens que freqüentam o CAINA (Centro de Atenção Integral para Crianças e Adolescentes), centro de dia dependente do Governo da Cidade de Buenos Aires, bem como aos “coordenadores” que lá trabalham.

O artigo se dedica a mostrar as lógicas implícitas nos comportamentos das crianças e jovens em sua interação cotidiana com o CAINA, os sentidos outorgados e as práticas de utilização dos serviços e recursos que são oferecidos. Para isso, primeiramente reconstrói e interpreta a participação no CAINA como uma resposta ao sistema de incertezas da situação de rua e identifica os tipos de usos que as crianças e jovens realizam da instituição, o que permite por outro lado decodificar as tensões próprias da interação, interpretadas geralmente em termos puramente negativos, como “problemas de conduta”, “resistência ou desafios”, ou diretamente “impossibilidade” de assumir as normas de convivência. O trabalho propõe-se a contribuir ao debate sobre as políticas públicas destinadas às crianças e jovens de setores populares através de uma análise que permita deixar de vê-los como meros sujeitos passivos das ações institucionais, revelando sua própria voz e de sua capacidade de agencia nas negociações com aquelas pessoas encarregadas de assisti-los.

 

[doc]en-el-caina-te-habla-la-boc.pdf[/doc]

DEIXAR SEUS COMENTÁRIOS

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

VER OS ITENS DESTAQUES NESTA CATEGORÍA

NOVIDADES

Menus de configuração no Painel de Administração

X